Cuidados Necessários Para a Compra de Um Imóvel (6)

Financiamento Imobiliário Com o Nome Negativado


Por Felipe Dias dos Santos em 09/11/2019 | Comentários: 0

A aquisição de moradia própria é o sonho de consumo de milhões de brasileiros. Infelizmente, nem todos possuem os recursos necessários para comprar o seu primeiro imóvel à vista. Pensando nisso, diversas instituições financeiras, construtoras e até corretoras oferecem meios quase milagrosos para a conquista do tão sonhado bem.

Entretanto, é preciso tomar muito cuidado na hora de fechar negócio, pois o sonho pode facilmente se tornar um verdadeiro pesadelo, que assombrará o comprador por longos anos a fio.

 Como é sabido, desde 2012, o Brasil vem passando por uma grave crise financeira, que vem afetando diversos setores da economia. Entretanto, invariavelmente, o maior prejudicado é o cidadão de baixa/média renda.

 Segundo informações extraídas do SPC-Serasa e do CNDL, mais se 62 (sessenta e dois) milhões de brasileiros terminaram o ano de 2018 com o nome inscrito no rol de maus pagadores, e pelos mais variados motivos.

 Dessa forma, surge o seguinte questionamento: É possível realizar um financiamento imobiliário com o nome inscrito no rol de inadimplentes?

 Pois bem. Via de regra, o Banco Central proíbe a concessão de crédito imobiliário para pessoas com o nome negativado.

 Todavia, existe uma modalidade de financiamento em que não são realizadas consultas nos órgãos de proteção de crédito, qual seja, o programa Minha Casa Minha Vida.

 Isso porque, o Programa Minha Casa Minha Vida, de iniciativa do Governo Federal, tem o intuito de disponibilizar moradia para as famílias de baixa renda, ou seja, caso o adquirente esteja com o “nome sujo”, é possível financiar um imóvel, desde que se enquadre nesse programa.

 Entretanto, para que o financiamento seja aprovado, é preciso comprovar:

 - Ter renda familiar de até R$ 1.800,00 (um mil e oitocentos reais mensais);

 - Não ser proprietário, usufrutuário, cessionário ou detentor de qualquer outro bem imóvel;

 - Que o financiamento não comprometa mais de 30% (trinta por cento) da renda mensal;

 - Que o imóvel seja na mesma localidade de trabalho ou residência;

 - Que o imóvel seja destinado exclusivamente para moradia;

 Portanto, caso comprador esteja negativado, há a possibilidade de contrair empréstimo habitacional, desde que seja pelo Programa Minha Casa Minha Vida, e que os requisitos acima sejam cumpridos;

 

Seguir este artigo

Sobre o autor

Felipe Dias dos Santos

Mestrando em Derecho y Negocios Internacionales pela Universidad Europea del Atlántico - UNEATLANTICO, Especialista em Direito Aplicado e Direito Público com Metodologia do Ensino Superior e Direito Aplicado pela Universidade Regional de Blumenau - FURB, Graduado em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI, Mestre em Teologia pela WR Educacional. Concluiu a Escola Superior de Magistratura de Santa Catarina (ESMESC); já trabalhou como Conciliador, Juiz Leigo e Residente Judicial na Unidade Judiciária de Cooperação, Biguaçu/SC; Residente Judicial na 2º Vara Criminal da Comarca de São José/SC, Vara da Fazenda Pública e Executivos Fiscais da Comarca de São José/SC, como Conciliador no Juizado Especial Cível da Comarca de São José/SC, além de ter realizado estágio na 1ª e 2ª Varas Criminais e 1ª Vara Cível, todas da Comarca de São José/SC. Atualmente é professor de cursos e palestras e colunista do Instituto Brasileiro de Direito (IbiJus), Membro Consultivo da Ordem dos Advogados do Brasil de Santa Catarina - OAB/SC e Advogado no Umbelino Advocacia & Consultoria, cujas experiência lhe garantiram sólido conhecimento no âmbito jurídico, principalmente nas áreas de Direito Imobiliário, Direito Tributário e Direito do Consumidor.


Cursos relacionados

III Simpósio Brasileiro de Direito Bancário

Encontro presencial reunindo advogados para debater estratégias de sucesso em ações de Direito Bancário

Investimento:

R$ 900,00

Turma: TURMA PRESENCIAL Maio/2020

Código: 510

Mais detalhes

VI Simpósio Brasileiro de Direito do Contribuinte

Encontro presencial visando o debate sobre abusos do Fisco, estratégias comerciais e de defesa do cliente

Investimento:

R$ 900,00

Turma: TURMA PRESENCIAL Maio/2020

Código: 511

Mais detalhes

ADB PRO 2.0

Método prático para alcançar honorários extraordinários e estabilidade financeira na advocacia

Márcio Vieira - Advogado, professor, mestre em direito. Mais de 20 anos de experiência com direito bancário.

Rafael Corte Mello - Advogado, professor, mestre em direito. Mais de 20 de experiência na advocacia de litígio.

Investimento:

R$ 1.997,00

Turma: ADBPRO - ABRIL/2020

Código: 530

Mais detalhes

Mais artigos de Felipe Dias dos Santos

Comentários 0

Você precisa estar logado para comentar neste artigo.

Fazer login ou Cadastre-se